Lençóis Paulista, 09 de Dezembro de 2021
Você esta em: Home / Notícias / Lençóis Paulista continua na luta contra o Aedes Aegypti
02/04/2019 09h48

Lençóis Paulista continua na luta contra o Aedes Aegypti

Com 33% dos casos de dengue, o Jardim Primavera recebeu a nebulização nos meses de fevereiro e março

Através da Secretaria de Saúde, Lençóis Paulista prossegue sua luta contra o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, doença que atinge índices alarmantes na região Oeste do Estado de São Paulo.

Até o final do mês de março, a Secretaria de Saúde havia contabilizado 93 casos positivos da dengue na cidade. Desses, 67 somente no mês de março (23 fevereiro e 3 janeiro). De todos os exames solicitados, 75 deram negativo e outros ainda aguardam o resultado. Dos 93 casos confirmados, 62 são autóctones (foram contraídos na cidade) e 31 importados (vindos de outras localidades). Desde o início do ano, o crescimento no número de notificações foi significativo. Em janeiro foram 13 notificações, com 3 casos confirmados; em fevereiro 45 notificações e 23 casos confirmados; e em março foram 183 notificações, com 67 casos confirmados. O Jardim Primavera é o bairro mais afetado, chegando ao final de março com 33% dos casos do município.

Nebulização contra o Aedes

Vários bairros da cidade já receberam o serviço de nebulização, que é feito onde há caso positivo de dengue registrado pela Secretaria de Saúde. Para o Jardim Primavera uma empresa foi contratada, uma vez que o bairro todo recebeu a nebulização. Nos outros locais, o serviço foi feito por equipe da Prefeitura, que possui um equipamento e consegue vencer a demanda.

De acordo com Sandra Ester Alves, coordenadora do Núcleo de Educação e Gerenciamento de dados da Saúde (NEEGS), a nebulização é recomendada em um raio de 150 metros da residência onde foi constatado o caso positivo de dengue. A nebulização só consegue alcançar os mosquitos adultos, e, por isso, a necessidade de se eliminar todos os possíveis criadouros, já que as larvas não são eliminadas pelo inseticida.

O Jardim Primavera, por vir apresentando um número crescente de casos de dengue, já foi nebulizado em duas oportunidades, no mês de fevereiro e em março. Outros bairros que já receberam a nebulização: Cecap, Jardim Itapuã, Jardim Maria Luíza, Jardim Grajaú, Jardim Ibaté e Monte Azul. No total foram nebulizadas 1.832 imóveis, sendo que os agentes comunitários já visitaram desde o início do ano 18.641 imóveis na cidade.

O mosquito Aedes Aegypti

Algumas curiosidades com relação ao mosquito transmissor da dengue que os munícipes devem saber. Por exemplo: o mosquito Aedes Aegypti tem uma vida útil de aproximadamente 30 dias, tempo suficiente para picar e transmitir a doença em até 200 (duzentas) pessoas. Somente a fêmea transmite a doença, e ela pica não para se alimentar, mas para maturar os ovos que são postos posteriormente.

Outra curiosidade a ser esclarecida é que o mosquito procura evidência em locais onde houve empoçamento de água, como, por exemplo, uma calha de telhado de casa, e ali, mesmo não havendo água no momento, a fêmea do Aedes deposita seus ovos, que permanecem encrustados por até um ano, quando novamente pode ocorrer empoçamento, por entupimento ou outro motivo, e então ele produz a larva, que se transforma em mosquito. Tudo porque a fêmea encontrou um local onde, em alguma oportunidade, houve empoçamento de água. Daí a importância de não permitir que água fique empoçada em qualquer que seja o local ou recipiente.

 

Comentários

 

notícias relacionadas

Tags: lençóis, paulista, continua, luta, contra, aedes, aegypti.

newsletter

2014 © Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista
Praça das Palmeiras, 55 - Centro: 18.682-900
CNPJ: 46.200.846/0001-76
Telefone: (14) 3269-7000

voltar ao topo