Lençóis Paulista, 21 de Outubro de 2021
Você esta em: Home / Notícias / DIA DOS ANIMAIS: Conheça a história dos mascotes do Centro de Atendimento Veterinário e entenda a importância da posse responsável
04/10/2021 11h48

DIA DOS ANIMAIS: Conheça a história dos mascotes do Centro de Atendimento Veterinário e entenda a importância da posse responsável

Animais resgatados hoje vivem no Centro de Atendimento Veterinário, onde recebem muito amor

Em 4 de outubro é comemorado o Dia dos Animais. A data é motivo para lembrar como ter um pet é transformador em nossas vidas. Mas a posse de um animal, principalmente cães e gatos, que são os mais comuns, exige comprometimento e responsabilidade. Para celebrar a data, e reforçar a mensagem sobre a posse responsável, apresentamos a história de dois cães, Cadu e Sara, e um gato, o Jack, que se tornaram mascotes do Centro de Atendimento Veterinário. Por problemas de saúde ou de adaptação, eles não puderam ser adotados. Atualmente são muito amados e protegidos pela equipe da Coordenadoria de Proteção Animal, que dedicam não apenas tempo extra, mas muitas vezes dispõe de recursos próprios para manter esses animais.

“O que esses três animais têm em comum é que todos chegaram até nós porque foram abandonados, ficaram muito doentes, mas felizmente se recuperaram e hoje são muito amados pela equipe. O que todos têm que ter em mente é que quando decidem ser tutores de um animal, devem ser responsáveis por esse bichinho, desde alimentação, abrigo, até cuidados médicos. Se você não castrou seu animal, você tem que ser responsável pelas crias. Não pode deixá-los nas ruas. Ou esses pets podem ter uma vida de muito sofrimento”, relata a responsável pela Coordenaria de Proteção Animal, Milena Mileski. Vamos conhecer essas histórias?

Cadu foi o primeiro mascote do Centro de Atendimento Veterinário. Ele é um dos filhotes de uma ninhada abandonada na área rural do município, em fevereiro de 2017. Seus irmãos foram adotados, mas ele permaneceu no canil. Quando Cadu atingiu a idade adulta, foi diagnosticado com um grave cálculo renal. Ele foi levado ao Centro Veterinário porque sua condição exigia uma dieta muito específica, além de ter de passar por exames periódicos. Com o tempo, veio a adaptação e o vínculo com os funcionários.

O gato Jack foi resgatado no dia 28 de outubro de 2019. Foi encontrado no Jardim Carolina, com aproximadamente 30 dias de vida, e uma rinotraqueíte avançada. Seu estado era de saúde era muito debilitado. Como a doença era infecto-contagiosa, não pode ser conduzido ao gatil, sob o risco de contaminar outros animais. Para alegria de todos, Jack se recuperou. E quando ele tinha condições de ir para o gatil, todos já estavam muito apegados. Ele é o queridinho dos servidores e entrou na rotina de trabalho do castramóvel. É brincalhão e adora receber carinho. Nos feriados prolongados, vai para a casa de algum funcionário. Ainda tem sequelas da doença e vai precisar passar por uma cirurgia nos olhos. É considerado como um membro extra da equipe.

A cadela Sara foi resgatada no dia 29 de outubro de 2019. Este animal passou por maus bocados antes se ser recolhido. Inicialmente foi levada para o Canil, mas não se adaptou e hoje vive no Centro de Atendimento Veterinário. Como sofreu muitos maus tratos ao longo da vida, pode até atacar se sentir coagida, por isso não pode ser adotada. Mas é muito carinhosa com os funcionários que desenvolveu um laço de confiança. Se dá bem com o amiguinho Cadu!

 

Comentários

 

notícias relacionadas

Tags: animais, conheça, história, mascotes, centro, atendimento, veterinário, entenda, importância, posse, responsável.

    newsletter

    2014 © Prefeitura Municipal de Lençóis Paulista
    Praça das Palmeiras, 55 - Centro: 18.682-900
    CNPJ: 46.200.846/0001-76
    Telefone: (14) 3269-7000

    voltar ao topo